terça-feira, 15 de maio de 2018

Santos Brasil triplicará movimentação com a PIL na rota Ásia

Ampliação do contrato acontece menos de três meses após início da operação; volume passará de 40 mil TEU/ano para 120 mil TEU/ano no Tecon Santos




São Paulo, maio de 2018 – A Santos Brasil, referência na operação de contêineres no País, ampliou seu contrato com a PIL – Pacific International Lines. Com isso, o volume movimentado no Tecon Santos para o armador na rota Ásia vai triplicar, passando de 40 mil TEU/ano (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) para 120 mil TEU/ano.

Em janeiro, a Santos Brasil havia vencido a disputa por um novo serviço da PIL para a Ásia, que previa uma linha de navegação com escalas a cada 14 dias no Tecon Santos. Agora, com a ampliação do contrato, o terminal passará a receber oito escalas por mês do armador.

A ampliação deste contrato, em menos de três meses de operação, demonstra a receptividade do mercado ao novo serviço e corrobora a eficiência do Tecon Santos. Reflete também a retomada da economia.
Esse crescimento demonstra que o cliente percebe os nossos diferenciais e que podemos agregar valor dando mais competitividade para a sua operação”, diz Marcos Tourinho, diretor comercial da Santos Brasil.

O primeiro navio desta nova leva atraca no Tecon Santos neste sábado, dia 12. É o Kota Lahir, com capacidade para transportar 4.500 TEU, e que vem de Buenos Aires e segue para Ásia. A previsão de embarque no terminal da Santos Brasil é de 1.276 TEU.
Administrado desde 1997 pela Santos Brasil, o Tecon Santos possui capacidade para movimentar anualmente 2 milhões TEU, tem 596 mil metros quadrados de área total e 980 metros de cais acostável. O terminal vai receber investimentos da ordem de R$ 1,27 bilhão nos próximos anos com o objetivo de elevar a sua capacidade para 2,4 milhões de TEU e manter a qualidade da operação, hoje referência no País.

Sobre a Santos Brasil

A Santos Brasil é prestadora de serviços portuários e logísticos completos, do Porto à Porta. Listada no Novo Mercado da Bovespa, é referência na operação de contêineres no Brasil. Foi criada há 19 anos para operar o Tecon Santos (SP), maior terminal da América do Sul, e já investiu R$ 3 bilhões, calculados a valor presente, em aquisições, expansões, novos equipamentos, tecnologia e recursos humanos. Antecipando-se ao crescimento do fluxo de comércio internacional, a Santos Brasil colaborou significativamente para aumentar a capacidade logística portuária do País.
A produtividade do Tecon Santos é a mais alta do Brasil. Em março de 2016, a companhia superou o recorde de produtividade mensal no Porto de Santos, com média de 116 MPH. Em abril de 2015, o Tecon Santos registrou a marca de 225,25 MPH na operação de um único navio.
Além do Tecon Santos, a companhia opera mais dois terminais de contêineres – Vila do Conde (PA) e Imbituba (SC), um terminal de carga geral (TCG Imbituba) e um terminal de veículos (TEV) no Porto de Santos. Conta também com uma operadora logística, a Santos Brasil Logística, que atua de forma integrada aos terminais viabilizando o atendimento ao cliente em todas as etapas da cadeia logística do porto até o transporte e distribuição.

Fonte: cargonews.com.br